segunda-feira, 31 de março de 2008

BWV 243 - Magnificat

Tradução de João Ferreira de Almeida (Lucas I; 46-56)


1. Coro

Magnificat anima mea Dominum.

Engrandece a minha alma ao Senhor.


2. Ária

Et exsultavit spiritus meus in Deo salutari meo.

E o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.


3. Ária

Quia respexit humilitatem ancillae suae;
ecce enim ex hoc beatam me dicent

Porque atentou na humildade da sua serva;
Pois eis que, desde agora,
Me chamarão bem-aventurada


4. Coro

omnes generationes.

todas as gerações.


5. Ária

Quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen eius.

Porque me fez grandes coisas o Poderoso; e Santo é o seu nome.


6. Ária

Et misericordia a progenie in progenies timentibus eum.

A sua misericórdia é de geração
Em geração sobre os que o temem.


7. Coro

Fecit potentiam in brachio suo, dispersit superbos mente cordis sui.

Com o seu braço, dissipou os soberbos
No pensamento de seu coração.


8. Ária

Deposuit potentes de sede et exaltavit humiles.

Depôs dos tronos os poderosos
E elevou os humildes.


9. Ária

Esurientes implevit bonis et divites dimisit inanes.

Encheu de bens os famintos,
Despediu vazios os ricos.


10. Ária

Suscepit Israel puerum suum recordatus misericordiae suae.

Auxiliou a Israel, seu servo,
Recordando-se da sua misericórdia.


11. Coro

Sicut locutus est ad Patres nostros,
Abraham et semini eius in saecula.

Como prometeu a nossos pais,
A Abraão e à sua posteridade, para sempre.


12. Coro

Gloria Patri, gloria Filio,
gloria et Spiritui Sancto!
Sicut erat in principio et nunc et semperet in saecula saeculorum.
Amen.

Glória ao Pai e ao Filho
E ao Espírito Santo.
Como era no princípio,
E agora e sempre,
E pelos séculos dos séculos. Amén.

2 comentários:

Pierre François disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pierre François disse...
Este comentário foi removido pelo autor.